sábado, 30 de junho de 2012

Ninguém me Conhece: 66) O outro planeta de Gabriel de Almeida Prado

Gabriel em começo de carreira (em
foto promocional), quando era
guitarrista da infântica banda de
diaper-rock Bebês de Rosemary
Há algum tempo precisei de um release de Gabriel de Almeida Prado e entrei em contato com ele pra que mo enviasse. Ele, espirituosamente, respondeu-me que não tinha um, porque um amigo que escrevia sobre música num blog (O X do Poema) ainda não tivera a feliz ideia de escrever a seu respeito na "famosa" coluna Ninguém me Conhece, daí que ia ficar me devendo. Achei muito original a forma como ele me cobrou tal texto. Na verdade, Gabriel é um tipo guloso, pois não se contentou com o quanto já escrevi a seu respeito aqui.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Crônicas Classificadas: 22) Qual a importância dos CDs na atualidade?

Recebi hoje, via facebook, o depoimento emocionado de um amigo compositor, o grande Edu Franco. Embora não tenha concordado com tudo o que ele escreveu, achei pertinente postar aqui seu depoimento, no intuito de, pelo menos, gerar um debate. Afinal, todos nós que estamos envolvidos com o universo da música nos preocupamos com o futuro da canção e, consequentemente, do CD.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Ninguém me Conhece: Aniversariantes do mês

Escrever é fácil... Pra quem sabe. Aliás, não, pra quem não sabe também não é lá assim tão difícil, desde que o teclarela tenha uma boa ideia e um mínimo de argumento. Agora, difícil é lidar com mecanismos que estão ao redor da escrita. Por exemplo: há quase dois anos trouxe meus trapos filosóficos, minha escova de mentes, meu pente de pentear ideias e mais outras tralhas pseudointelectuais pra este espaço que ora ocupo aqui, mas... MAS! Até hoje não sei bem como usá-lo. Na época de minha querida máquina de escrever, eu sabia mais que ela; mas agora, aqui, num espaço virtual onde as palavras são impressas em papel que não existe... Tsc tsc tsc...

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Trinca de Copas: 12) Guilherme Costa, Lalo Guanaes e Marcio Policastro

1) ESTUDANTE DO MUNDO

Já contei aqui que quando me classifiquei num festival pela primeira vez cheguei à cidade ansioso por conhecer os outros participantes, no intuito de fazer novas parcerias. Também contei que quebrei a cara, pois a maioria agia mais como adversária que como colega. Por essas e outras sou um tanto crítico desse formato que a maioria dos festivais usa. E há uns critérios que são realmente absurdos!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Ninguém me Conhece: 65) A estrela de Rita Alterio


O Brasil, na condição de país jovem, ainda amargará muitas décadas, talvez séculos, antes de vir a ser uma nação plenamente justa. Mesmo entre os vizinhos sul-americanos foi o último a abolir a escravidão. E só há poucos anos a situação da mulher começou a dar sinais de melhora. Claro que no mercado de trabalho já há muitas delas em funções de comando, inclusive ter na presidência da república uma mulher é sinal de grande avanço, mas, assim como ainda persistem os preconceitos racial e social, a mulher, principalmente nas camadas mais baixas da sociedade, ainda é vítima da brutalidade masculina, e, enquanto a desinformação e a miséria continuarem, sempre haverá em algum canto do país uma boca sem voz (que é a pior das fomes).

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Trinca de Copas: 11) Terceirizando Gabriel de Almeida Prado (c/Adolar Marin, Élio Camalle e Sonekka)

Há um ditado que diz que toda forma de amor vale a pena. Isso também pode ser aplicado à música: toda forma de compor vale a pena (se a alma não é pequena... e o parceiro não é mesquinho). Como tenho composto bastante com Gabriel de Almeida Prado nos últimos tempos, resolvi dedicar essa Trinca a nossa parceria e suas várias facetas. ¡Adelante!

terça-feira, 12 de junho de 2012

Crônicas Classificadas: 21) O nosso argentino

Dizem que todo brasileiro é um técnico de futebol; taí uma grande verdade! Eu também não fico atrás, e aproveito o tema pra deixar uma pergunta no ar: como é que o senhor Mano Menezes, sabendo que Messi é atualmente o n°1 do mundo, permite que o muchacho fique livre pra dançar um tango com a zaga brasileira e sapecar por três vezes a rede da Seleção Canarinho??? E ainda sai satisfeito? Esse mano tá mais pra hermano... 

terça-feira, 5 de junho de 2012

Notícias de Sampa: 3) "Uns doidos de pedra soprando as estrelas pra manter acesa a chama"*

Segundo o Houaiss, doido é "aquele que age insanamente, apresentando sinais de loucura; louco, maluco; que age como doido, de maneira insensata, desajuizadamente". Mas, no mesmo Houaiss, podemos encontrar outros significados, no uso informal da palavra, "cheio de contentamento; muito feliz; encantado; que manifesta paixão, entusiasmo exagerado por; que não é comum, que é extravagante; exagerado". Com o que podemos afirmar que Cazuza era, pois, um doido, e, esteja onde estiver, deve seguir sendo, em companhia de outros incontáveis (e encantados) malucos-beleza...