segunda-feira, 20 de junho de 2011

Ninguém me Conhece: 47) Alegria, a razão da cantoria de Tato Fischer

O moço é um baita cantor, compositor, pianista, professor de canto, mágico, ator, modelo, dançarino (ops!)... Foi um dos fundadores dos Secos & Molhados, é o mentor intelectovocal das Amígdalas Cantantes, foi o único que recebeu condecoração de caiubista pelas mãos de Zé Rodrix, possui um cartão de visitas inflamável, cozinha bem, sabe tanto de itinerários que é praticamente um taxista (sic), ir a Buenos Aires pra ele é como ir ali no Brás (aliás, acho que ele vai mais a Buenos que ao Brás), enfim, Tato Fischer representa com desembaraço tantas habilidades, que não exageraríamos ao chamá-lo de multi-homem, ou homem-bombril!

1) Você É O Meu Caminho (Tato Fischer)

Mas paremos por aqui ou o moço de buarqueanos olhos vai começar a se sentir o mágico de Oz. Afinal, ele tem lá seus defeitos também. Pra não avacalhar, detalho apenas dois, em ordem de importância: 1) Tem apenas duas (eu disse DUAS!) parcerias comigo, que ele, aliás, nunca canta em suas andanças, sejam nacionais ou internacionais, musicais ou ilusionistas; 2) Se tem uma coisa pela qual ele nutre o maior descaso, essa coisa se chama dis-co-gra-fi-a! No caso do item primeiro, tenho lá meu laudo: embora nos gostemos muito, temos certas diferenças. Eu, por exemplo, resido en la calle Melancolía, enquanto ele vive hace años en el barrio de la Alegría. Tamanha disparidade de CEP torna inexplicável é que tenhamos conseguido dar à luz duas! Claro está que eu tive que dar alguns passos rumo ao tal barrio. Se a alegria não vai à melancolia...

Já a respeito do segundo item, não tenho mais que conjecturas. O fator grana não deve contar, pois atualmente em qualquer quartinho mixuruca um aprendiz de pagodeiro grava suas inutilidades perfumadas. E olha que no caso de nosso herói a ojeriza por gravações chega a tal ponto que ele até hoje nem baixou ainda em seu computador um desses programas quaisquer que, com um mínimo de tato (ui!), permitem que qualquiera produza honestas MP3.*

Vejam os senhores que, pra que concluíssemos nossa segunda cria, tive que ir ao barrio de la Alegría (que, paradoxalmente, fica na Consolação), esperar um intervalo entre suas tantas aulas, pra, só então, forçá-lo a perder cinco preciosos minutos tocando a melodia da dita cuja (e cantando já boa parte da letra), enquanto eu me aproveitava das muitas funções de meu celular pra fazer um registro precário de nossa já lendária Príncipe Encantado. Só pelo título vocês já podem imaginar o quanto eu me afastei de minha calle... Sin embargo, mais paradoxalmente ainda, chama-se justamente Alegria uma de suas canções de que mais gosto. Freud expira...


2) Caminante (Tato Fischer)

Mas a canção Príncipe Encantado tem uma história interessante: certa feita, o letrista-advogado (ou será advogado-letrista?) Elder Braga me enviou um pedaço de letra pedindo minha contribuição. Como eu empacasse, terminou-a ele mesmo e em seguida a enviou pra Zé Rodrix, que não só a musicou, como também passou a cantá-la em seus inúmeros shows, chegando mesmo a apresentá-la no programa do , quando foi por este entrevistado (detalhe:  foi dos poucos que vi ganhar o duelo verbal com o gordo). Pois bem, tempos depois Tato me pediu uma ajudinha numa canção inspirada na tal parceria do Rodrix com o Elder. Ah, a tal parceria se chama Boa Noite, Cinderela (veja sua execução no aqui). Segundo Tato, a canção que ele tinha em mente seria uma espécie de resposta à da dupla Rodrix/Braga. Como já havia perdido a primeira chance, não quis jogar fora a segunda, e pus-me a trabalhar sobre os versos e a melodia que Tato me entregara. Pensei em postar a letra resultante aqui, mas agora, ouvindo a única gravação existente dela, em sua página do Caiubi, percebi que o convite à parceria foi mais por gentileza, pois quase nada do que escrevi ele aproveitou, de forma que vuelvo a mi calle Melancolía (que, paradoxalmente, fica no bairro Bela Vista!)...

Histórias da Carochinha à parte, esqueci-me de outras qualidades de mestre Tato: nos intervalos entre assoviar e chupar cana (com C, faz favor!), ainda apresenta o programa de entrevistas Um Canto de Luz, na Rádio/TV Pax, ao qual fui uma vez e mandei o Tim Maia na segunda e na terceira (foi mal, Tato). Ah, mas se o moço não move um dedo em direção ao CD, há quem o faça por ele. Foi outra pessoa de sua família quem consertou esse erro histórico (não, não estou me referindo a Vera Fischer). Trata-se de seu mano (e também meu parceiro) Iso Fischer, o compositor-médico (ou seria médico-compositor?), que o convidou (refiro-me a Tato) a ser a voz de seu segundo CD, o belo Valsa da Vida, trabalho ao vivo em que Tato (& cia. ltda.) canta as canções do irmão.

E assim Tato vai indo, muito bem, obrigado. Recentemente apresentou no eixo Rio-Sampa novo trabalho, desta feita com o compositor carioca (também meu parceiro) Tony Pelosi. E o homem-bombril ainda tem um lado esotérico, costuma presentear amigos com pedras que emanam vibrações (será um maçom?) e, vira e mexe, ousa curar males de colunas alheias por meio do toque... Não confundir com o exame homônimo. No caso de Tato, a cura é menos, digamos, invasiva. Afinal, vocês já devem ter ouvido a expressão "dedos de pianista", não?


3) Alegria (Tato Fischer)

***

*Escrever é fácil, ser repórter é que é difícil! Estava já com este texto pronto há quase um mês, e só agora, saindo à caça de suas canções, verifiquei que fui injusto com o moço. Descobri que ele tem, sim, um disco prontinho, chamado Bandeira Branca, com 16 canções suas, à espera de oportunidade ($?) pra lançá-lo. Emenda feita, vamos aos sonetos, digo, às canções.

***

Tato também está no Caiubi.

***



PS: Viram como com ele até a tristeza é mais alegre?

***

23 comentários:

  1. Tato é um grande mágico, mas além de truques com cartas, com seus teclados ele traz notas de alegria a cada compasso. Além de fazer aparecer moedas de narizes e ouvidos, ele faz surgir sorrisos de alma com sua música. Suspeito que ele não seja um mágico, mas sim um grande mago.
    Tony Pelosi

    ResponderExcluir
  2. E viva o Alan! (Eu, Deus e a torcida do Flamengo sabemos por quê!!!)

    Abração,
    Alan!

    ResponderExcluir
  3. Matou a charada, Tony!

    Abração do
    Léo.

    ResponderExcluir
  4. Pessoa bonita é o Tato! O coração desse homem não cabe nesse mundo. Por isso tantos múltiplos talentos. Só pode ser!
    Que ele nos consiga este presente de lançar seu CD. E muitos mais!
    Um beijão da vizinha (do Tato) do bairro Alegria,
    Danny.

    ResponderExcluir
  5. PS: Há quem diga que o Tato é o verdadeiro Mestre dos Magos. Duvidar, quem há de?
    :)))

    ResponderExcluir
  6. É, Danny, estamos todos esperando esse CD, nem que seja por magia. Hehe!

    Beijão do
    Léo.

    ResponderExcluir
  7. Tive o prazer de conhecer O Tato na festa do Caiubi e como todos me apaixonei de imediato por ele.Que figura inesquecível!!
    Beijos
    Lucinda

    ResponderExcluir
  8. Valeu, Lucinda! Você também é inesquecível! Pena que o tempo foi curto.

    Beijo do
    Léo.

    ResponderExcluir
  9. Caro Léo:

    Gostei. Só podia gostar mesmo, já que sou fã de vc e do Tato. Essa é a quarta ou quinta tentativa que faço de postar comentário. Espero ter sucesso. Grande abraço
    Paulinho das Frases

    ResponderExcluir
  10. Aleluia, Paulinho!!! Você conseguiu!!! Hehe!

    Valeu!

    Abração do
    Léo.

    ResponderExcluir
  11. Tato, além de tuuuuudo isso que já foi dito dele, é um perfeito anfitrião. Toda vez que vou a Sampa, ele faz questão de me ver e me levar a lugares bacanas, como por exemplo, ao show da Silvia Handroo. Tem a verdadeira simplicidade que só aos sábios é natural e, ao mesmo tempo, nobre.
    Beijo,
    GB

    ResponderExcluir
  12. Suponho que esse GB seja de Gabriela Brabo, estou certo? Falou e disse, querida! Tato é também O anfitrião!

    Beijos do
    Léo.

    ResponderExcluir
  13. Léo Nogueira e tantos outros que por aqui deixaram seus sinais... Vocês são muito lindos e fazem minha Vida mais feliz! A todos um 2012 Iluminado!
    O CD vem vindo, viu, Queridos?!
    Beijo e Luz
    SUCESSO SEMPRE
    TAto

    ResponderExcluir
  14. Salve, salve, mestre Tato!

    Gostei de ler sua visita temporã!

    Beijos do
    Léo.

    ResponderExcluir
  15. Legal Leo. Gostei de saber mais do Tato. Parabéns ao multi Tato! :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Anja!

      Foi bom ter te conhecido também, embora por pouco tempo.

      Abraço,
      Léo.

      Excluir
  16. Tato é realmente uma figura ímpar, inspiradora, transpiradora.... O grande mago é um grande presente para minha vida como uma das pessoas mais sóbrias, lúdicas, equilibradas e malucas que conheço - também é o maior equilibrista! (do BEM).
    Fico feliz por mais este texto seu, meu querido Léozim! Mais do que merecido, parabéns a vc pela inspiração e ao TATO por ser esta pessoa tocável, sensível, tão nobremente GENTE!
    Abraços aos dois
    érico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo depoimento, Erico!Digno do Tato. Valeuzaço!

      Abraços do
      Léo.

      Excluir
  17. Bacana! Pessoas assim inspiram a gente! Mais uma vez parabéns pelo texto. Sou sua leitora assídua! Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duplamente obrigado, Aninha!

      Abração do
      Léo.

      Excluir
  18. Tato Fischer é o máximo... O homem plural de si mesmo. O agnóstico que tem ligação direta com a Divindade. E eu o adoro! Lucia Helena Corrêa

    ResponderExcluir