sábado, 11 de fevereiro de 2012

Entrevistando: 2) Léo Nogueira (por Marta Nascimento)

Hoje é aniversário da cantora e compositora paraibana Marta Nascimento, minha mais recente parceira, mas quem ganha o presente sou eu. Explico: no finalzinho do ano passado Marta, que também é apresentadora de um interessantíssimo programa de entrevistas, Olho Clínico, entrou em contato comigo e me convidou a ser um dos entrevistados. E eu, como falso tímido que sou, lá fui, levando uma metade que não sabia onde pôr a cara e outra (des)afiando a língua (que já foi coçando). Nem sequer a conhecia... Quero dizer, pessoalmente, pois já tinha assistido a algumas de suas entrevistas. Ah, e também já tinha esbarrado com ela pelas páginas do Caiubi. Falar nisso, visite a página dela e ouça algumas de suas canções aqui.

Pois bem, e não é que a mulher era a simpatia em pessoa? Foi logo me pondo à vontade, e eu levei o negócio (de ficar à vontade) tão a sério que até esqueci que tinha uma bendita de uma câmera ali, me encarando sem piscar. E ignorei-a tão solenemente que acho que (pra variar) falei até demais. Mas tá bom, né? Afinal, as oportunidades são tão escassas, que quando subnutrido vê um prato de comida já vai logo comendo com a mão. Mas, como diz/canta Chico César, "a regra diz pra comer na mesa,/ mas gostoso com certeza é comer na mão".

O pior mesmo foi quando vi a entrevista e constatei minha total e absoluta falta de fotogenia. Nem a surrada camiseta do Che Guevara me salvou. Mas acho que o áudio ficou bom. Hahaha! Bem, antes de tascar a entrevista, preciso acrescentar que tempos depois comecei a escrever meio que de brincadeira uma letra e, ao finalizá-la, tive a ideia de mandá-la pra Marta. E o interessante foi que, num tempo que me pareceu mais rápido do que soletrar inconstitucionalissimamente, ela fez da letra um samba, gravou-o, enviou-o à Mostra São Paulo Exposamba, a música se classificou e, ufa!, lá estava ela a interpretando. A nota triste foi que o samba não passou pra outra fase, mas isso são detalhes. O legal foi ver como a parceria já nasceu pé-quente. Então, como vocês estão com toda a paciência do mundo "porque hoje é sábado" (como recitaria Vinicius de Moraes), antes da entrevista aproveito pra mostrar o danado do samba e sua respectiva letra:

... E FIM
Marta Nascimento - Léo Nogueira

Às vezes acaba em pizza
Às vezes acaba em passe
Às vezes acaba em missa
É bom acabar com classe

Às vezes acaba em briga
Às vezes acaba em corte
Tem vez que acaba em barriga
Pior quando acaba em morte

Às vezes acaba a grana
Às vezes acaba em drama 
Às vezes acaba em cana
É bom quando acaba em cama

Às vezes acaba em prosa
Às vezes acaba em verso
Às vezes acaba em rosa
Um dia acaba o universo

Às vezes acaba em comédia
Às vezes acaba em coma
Às vezes acaba em tragédia
Mas pode acabar em Roma 

Às vezes acaba em Paris
Às vezes em Sorocaba
Às vezes é final feliz
Às vezes somente acaba

... E fim.

Ok, crianças, obrigado pela paciência... Mas, ao contrário do que dizia/cantava Marcelo Nova, não, isso não é o fim! Ainda há 30 e pouquinhos minutos de uma deliciosa entrevista na qual (tirante meu cabelo lambido pela vaca e minha cara um tanto fora de esquadro) eu resumo (ou tento) boa parte do que vai em minha cachola. E, ó, a postagem não prometia nada, entrevista com Léo Nogueira? Hummm... Mas acabou tendo de tudo, texto espirituoso, samba, a presença da querida Marta e, por fim, o que era pra ser o tema acabou virando bônus! Vamulá:



***

PS: Acho que esta coluna Entrevistando vai acabar sendo mesmo alheia...

***

6 comentários:

  1. Que surpresa Léo, muito obrigada...! Quanto a entrevista, rindo, foi muito boa sim, quem tem conteúdo nos deixa a vontade para podermos explorar o que o público gosta de ouvir. Tuas ricas parcerias só me engradece , pois no momento em que me enviastes aquela letra deu um desespero danado e o que eu iria fazer? Felizmente surgiu um festival , pintou a idéia e tivemos a sorte de sermos classificados. Enfim, mais uma vez obrigada pela entrevista, pela lembrança e pela letra. Abs pra tu e pra Kana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marta! Quem tem a agradecer por tudo sou eu!

      Abração do
      Léo.

      Excluir
  2. hola Léo !!!..
    ahhh me acuerdo .... era cuando ibas a salir el año pasado en televisión, verdad?? sugoiii !!!!
    qué buena entrevista !!!!
    me alegra mucho...
    entendo várias coisas en português, mas outras são um pouco difíciis pra mim . .hihih...
    felicitaciones por la entrevista...
    voy a escucharla de nuevo más tarde para entender más .. hihih
    saludos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias, Javier! Que bien que te gustó!

      Seguimos en contacto! Ah, en portugués el plural de "difícil" es "difíceis". Jeje!

      Un abrazazo,
      Léo.

      Excluir
  3. Bom dia,boa tarde,boa noite!
    Gostei muito de saber um pouquinho mais de você.
    Marta Nascimento,realmente, é uma simpatia.Já tive a honra de ser entrevistada por ela e amei,além de termos uma parceria também,"Nas Asas do Vento".
    Ahhh "É Fim" ficou uma delicia.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratíssimo pelas palavras, querida!

      Beijão do
      Léo.

      Excluir